publicidade

Rio do Sul terá 21 modalidades disputando os Jogos Abertos de Santa Catarina


Competição inicia nesta sexta-feira em Timbó, Indaial e Pomerode


Escrito em 29/10/2019


Com uma delegação de 190 atletas, Rio do Sul terá 21 modalidades disputando a 59ª edição dos Jogos Abertos de Santa Catarina. A maior competição esportiva do sul do país inicia nesta sexta-feira (1º), seguindo até o dia 10 de novembro em Timbó, Indaial e Pomerode.
 
O último evento de rendimento oficial da temporada é marcado pelo forte nível das disputas. Com o alto investimento dos municípios, atletas de destaque nacional e internacional participam da competição que terá mais de 40 modalidades em disputa. São cerca de 5.100 atletas de 121 municípios participando. Entre as novidades está o boxe e o muay thai, que Rio do Sul terá representantes. Essas são modalidades de apresentação. Já o jiu jitsu, que Rio do Sul também terá atletas, se tornou modalidade oficial dos jogos.
 
Além disso, a capital do Alto Vale ainda terá representantes no ciclismo, atletismo, bolão 23 e xadrez masculino e feminino. Atletas do futsal feminino e bolão 16 feminino, vôlei de praia masculino, tiro de armas longas e tiro de armas curtas, tênis de mesa feminino, tênis, natação, karatê, bocha e judô masculino também participam dos jogos. Na programação da competição, na sexta-feira, Rio do Sul estreia em sete modalidades, com chances de medalhas na prova de marathon, do ciclismo.
 
O diretor técnico da Fundação Municipal de Desportos (FMD), Sérgio Luis Schlemper, responsável pela delegação rio-sulense, comentou que o objetivo é manter e, se possível, melhorar o rendimento da última temporada, quando Rio do Sul terminou na 12ª colocação no quadro de pontos e em 10º no quadro de medalhas.
 
“Esse alto número de atletas e modalidades mostra a força do nosso trabalho no rendimento, evoluindo aos poucos e com qualidade, por isso, temos um planejamento de certa forma ousado, porque se conseguirmos pontuar em todas que estamos visando, podemos superar os resultados do último ano, porém vamos com os pés no chão porque o nível dos Jogos Abertos cresce a cada ano”, comentou.
 
Já o superintendente da FMD, Jeberton Fermino, ressaltou o planejamento da Fundação para organizar uma estrutura confortável para os atletas.
 
“Felizmente estamos em uma das melhores escolas de Timbó, e vamos dar toda estrutura necessária a todos atletas, porque sabemos a importância dessa competição, já que muitos projetos e patrocínios dependem dos Jasc e dar uma boa condição aos nossos atletas ajuda no rendimento dentro da competição”, finalizou.

Fonte: Arthur Hoffmann/Assessoria de Imprensa da FMD

Veja as fotos:

Fotos: Arthur Hoffmann/Assessoria FMD

PUBLICIDADE

Publicidade
Publicidade
Publicidade