publicidade

Ciclistas de Rio do Sul disputam o Campeonato Brasileiro de MTB


Competição inicia nesta sexta-feira em Mairiporã, no interior de São Paulo


Escrito em 27/10/2020


Após sete meses sem competir oficialmente, seis atletas da equipe de ciclismo de Rio do Sul já estão em Mairiporã, no interior de São Paulo, se preparando para disputar o MTB Festival. A competição que inicia na sexta-feira (30) e segue até a segunda-feira (2) será válida pelo Campeonato Brasileiro de Mountain Bike, tendo a disputa de três títulos brasileiros de diferentes provas.

Com supervisão da Confederação Brasileira de Ciclismo (CBC) e pela União Ciclística Internacional (UCI), estarão em disputa as provas do Cross Country Olímpico (XCO), Short Track (XCC) e E-Bike. Seguindo todas as regras sanitárias, não haverá presença de público, além disso, para participar todos atletas obrigatoriamente precisam do exame de PCR para Covid-19.

Na entrada do evento, duas barreiras médicas serão montadas, uma para entrega do exame e a segunda para medição de temperatura. Após o encerramento das disputas, apenas três atletas subirão no pódio de cada categoria, para evitar qualquer tipo de aglomeração. Os tradicionais estandes de ativação dos patrocinadores e parceiros, neste ano, não terão montagem na arena.

Na prova de cross country, especialidade de alguns atletas rio-sulenses, serão cinco voltas de 4.560 metros, trajeto alternando subidas e descidas íngremes. Além do coordenador da equipe, Alair Xavier, também disputam a prova do cross country Gabriel Metzger (no sub-23), Eliz Mazola (elite feminino), Ian Maran (Júnior), David Guimarães (sub-23) e Gabriel Maran (Infanto Juvenil).

De acordo com o coordenador, mesmo com a pandemia, a equipe rio-sulense não deixou de treinar e se preparar para as competições, mantendo inclusive investimento nos atletas. Mesmo sabendo do alto nível técnico do evento, ele acredita em bons resultados.

“É uma competição nacional, tem muito atleta qualificado, e de seis atletas nossos, apenas dois vão competir na Elite, o restante é tudo da base que estamos trabalhando para fazer a transição para o adulto, então estamos focando no futuro com esses meninos. Dificuldades pela paralisação todos vão enfrentar, detalhes pequenos como preparação, especialmente parte física, vão contar muito”, comentou Xavier.

A equipe de ciclismo de 2020 é patrocinador por Fundação Municipal de Desportos, Prefeitura de Rio do Sul, Royal Ciclo, Bike Connect, JMS Etiquetas, Crank Brothers, Spiuk, Continental, Fizi’k, Abus e Malhas Carlan.

PUBLICIDADE

Publicidade
Publicidade
Publicidade